BR 116, n.º 1530 Atuba, Colombo, PR
41 3675.6469 / 9700.6336
Outros estados 0800.704.6469
atendimento@lonasalvorada.com.br
Vendas: vendas@lonasalvorada.com.br

Belos e funcionais

Toldos e coberturas preservam o ambiente das intempéries e emprestam um ar sofisticado ao local

Eles estão em todos os lugares. Nos quintais, corredores, sacadas, jardins e áreas de lazer das residências; na fachada dos estabelecimentos comerciais; em estacionamentos e até nos clubes. Além de proteger do sol, da chuva e dos ventos, toldos e coberturas podem ser uma importante peça de decoração, tornando o ambiente mais arrojado, contemporâneo e elegante. Se a escolha do modelo e da cor casar com a proposta arquitetônica, melhor ainda! As opções disponíveis no mercado atendem a todos os gostos e orçamentos. Seja para o comércio ou para a residência, a ideia é aliar comodidade, funcionalidade e estética.

Fornecedores do ramo, no entanto, alertam para a importância da escolha do produto correto. Cada lugar pede um modelo específico, que atenda as necessidades específicas. Uma lanchonete que sofre com ventos fortes, por exemplo, necessita das tradicionais cortinas de lona, que protegem as laterais do ambiente de cima a baixo. Por outro lado, um corredor residencial, que fica alagado com as chuvas, pede uma cobertura resistente, que proteja, inclusive, das temidas precipitações de granizo.

Tratando-se de toldos, o mercado oferece alternativas diversas. O mais comum, e o que tem mais saída, é o tradicional fixo e curvo, indicado, principalmente, para portas e janelas residenciais. Feito de lona, o produto pode ser, tanto fixo, como flexível, utilizando-se de carretilhas em alumínio para ser aberto e fechado. Outra opção disponível são os toldos retráteis (ou articulados), que possuem regulagem de caída. Estes servem para comércios e residências. Quem procura maior comodidade pode, ainda, optar pelos toldos em modelo italiano, que se projetam para frente, oferecendo requinte.

Policarbonato

Os materiais mais utilizados em toldos e coberturas são a lona e o policarbonato, este bastante procurado pelos clientes. Alternativa ao vidro, o policarbonato é um material resistente e versátil, com modelos maciço e alveolar (de dupla camada). Sua espessura varia de 2 a 10 milímetros, dependendo da necessidade de proteção e luminosidade do ambiente. A resistência do material é tão grande que, recentemente, realizou-se uma experiência em que uma chapa de policarbonato de larga espessura resistiu a um projétil de calibre 38. Tal resistência não é para menos: coberturas em policarbonato são indicadas para locais que sofrem com chuvas fortes e granizo. O preço, no entanto, está diretamente relacionado à espessura da chapa: quanto mais grossa, mais cara.

Se a preocupação do cliente é com relação à temperatura do ambiente, a solução é simples: policarbonato refletivo. O produto conta com proteção aos raios UV (ultravioleta) emitidos pelo sol, sem deixar, no entanto, que o lugar fique sem iluminação. Isto significa que o ambiente ficará claro, mas não abafado por conta do calor. Em relação ao preço, geralmente, é o mesmo do policarbonato convencional.

Outro fator determinante para a claridade do local é a cor da chapa. No mercado há inúmeras tonalidades: fumê (mais escuro), verde, bronze, prata, ouro, azul, branco leitoso e cristal, que se iguala ao vidro na transparência. Este, naturalmente, é indicado para ambientes que pedem maior iluminação. É importante, também, que se leve em conta a arquitetura do espaço. As cores devem estar em harmonia, para não haver um desequilíbrio estético na decoração.

Formato

O design também varia. Tem curvos, semi-curvos, em túnel (com curvatura de ambos os lados), em forma de cúpula e retos.

Tecnologia

Quanto ao manuseio, o cliente pode optar por manual ou controle remoto. As coberturas móveis, por exemplo, avançam e recuam conforme a necessidade de luz e de proteção e isso pode ser feito a partir de um botão ou manualmente.

Sombreadores

São coberturas direcionadas especificamente para estacionamentos. A estrutura protege a pintura dos carros da chuva, do sereno e do sol forte. A única ressalva é que o produto é permeável, ou seja, absorve toda a água da chuva (diferente do policarbonato e da lona, que são impermeáveis). Por outro lado, os sombreadores eliminam os chamados “pé-direito”, facilitando a manobra dos motoristas. O material utilizado é o tecido polietileno de alta intensidade, que igualmente protege dos raios UV.

Cortinas

Comumente usadas em estabelecimentos comerciais, como lanchonetes e barzinhos, as cortinas têm múltiplas funções. Em geral, resguardam o ambiente dos ventos fortes, da chuva, da poeira e do sol, além de manter a privacidade. Também são utilizadas nos quintais das residências, a fim de proteger churrasqueira, móveis e objetos de decoração.

Pergolados

Tratam-se de aquelas estruturas usadas nos quintais. Ficam sobre o jardim ou a churrasqueira, trazendo beleza e sofisticação ao local. Podem ser de madeira, ferro ou alumínio, revestidas por policarbonato.

Outros materiais

Existem diversas possibilidades de tecidos a serem aplicados: tecido Acrílico, PVC Cristal e Telas Solares, além do PVC Blackout para aplicações específicas. Cada um deles tem uma aplicação recomendada para as diversas necessidades. As Telas Solares, por exemplo, são recomendadas para aplicação em locais com grande incidência de sol, pois promovem conforto térmico e visual aos ambientes, além de protegerem móveis, tecidos e equipamentos contra os efeitos nocivos do sol. Quanto aos acionamentos, podem ser manuais ou motorizados e podem integrar o sistema de automação, quando houver.

Fonte: Habitare

Comentários estão fechados.