BR 116, n.º 1530 Atuba, Colombo, PR
41 3675.6469 / 9700.6336
Outros estados 0800.704.6469
atendimento@lonasalvorada.com.br
Vendas: vendas@lonasalvorada.com.br

Luz Natural – O Policarbonato ajuda a clarear

O uso de coberturas de policarbonato traz sofisticação e contemporaneidade ao ambiente

*Por Juliana Crem

Cobertura de policarbonato protege sem tirar a claridade do local:

Uma das principais tendências em arquitetura e design nos últimos anos tem sido o uso cada vez mais freqüente de transparência e luminosidade. Para obter tais resultados, muitos profissionais optam por cobrir as casas com um produto chamado policarbonato, ou encher as casas de janelas imensas de vidro.

Mas a beleza tem um preço e não se trata apenas do material escolhido na hora de montar a estrutura do local. Para se viver em um local onde o telhado é transparente é preciso tomar algumas precauções para que a casa não se transforme em uma estufa, além, de fazer a manutenção adequada para manter a transparência e beleza do material.

Escolhendo materiais

Beleza e iluminação natural garantidos:

O policarbonato é um material termoplástico, ou seja, um derivado do plástico que molda facilmente quando aquecido, leve, transparente e 300 vezes mais resistente que o vidro e 30 vezes mais resistente que o acrílico, é um produto muito utilizado pelos arquitetos e engenheiros em projetos que visam aproveitar ao máximo a iluminação natural.

É possível utilizar a transparência deste material em telhados, toldos, paredes inteiras e coberturas retráteis em ambientes fechados ou abertos, como piscinas, churrasqueiras e garagens, jardins de inverno, corredores laterais, entre outros.

Em determinadas aplicações, o policarbonato é mais eficiente do que o vidro e, inclusive, não influencia no IPTU, pois é considerado um material móvel.

O material tem outra vantagem quando comparado com o vidro: pode ser curvado. A estrutura na qual as placas são colocadas varia, em geral, de madeira, alumínio ou aço carbono.

O vidro utilizado nas paredes e coberturas é o vidro laminado, que é mais resistente que o vidro comum. Este tipo de material é uma espécie de sanduíche de dois vidros com uma resina ou borracha transparente que impede que o produto estilhace em caso de quebra. Pode ser incolor, verde, bronze ou cinza e geralmente tende a ser espelhado.

Pode vir quente

Piscinas e outras áreas podem ter cobertura retrátil:

Para evitar o chamado “efeito estufa” que o material pode causar, existe o policarbonato refletivo, que possui em sua estrutura uma película que reflete os raios ultravioletas e impede que a casa se aqueça, o que reduz de 35% a 50% o calor dentro do local.

Este tipo de policarbonato não é espelhado, mas também não chega a ser totalmente transparente. Quando comparado com o policarbonato cristal (incolor), ele é cerca de 10% mais opaco.

Outra possibilidade são as coberturas retráteis, que podem ser elétricas ou manuais. O policarbonato refletivo não deixa esquentar, mas assim mesmo é interessante usar um sistema de ventilação ou as coberturas retráteis caso não se queira o efeito estufa.

Fonte: http://policarbonato.blogspot.com.br/

Comentários estão fechados.