BR 116, n.º 1530 Atuba, Colombo, PR
41 3675.6469 / 9700.6336
Outros estados 0800.704.6469
atendimento@lonasalvorada.com.br
Vendas: vendas@lonasalvorada.com.br

Os 10 tipos de toldos mais procurados

Toldos e coberturas são acessórios instalados em ambientes externos de casas e edifícios, servindo para manter os locais protegidos do sol e da chuva e também para controlar a temperatura ambiental, gerando maior conforto em áreas sociais e mantendo a decoração no ambiente.O mercado oferece uma grande variedade de toldos e coberturas, com modelos e tamanhos diferentes, além de cores as mais diversas. A escolha do toldo deve ser feita segundo os critérios de proteção. Assim, se a intenção é proteger portas e janelas de sol e de chuva, as melhores opções são os toldos e coberturas móveis, podendo ser retos ou fixos, que são instalados na parede, oferecendo mais segurança aos usuários. Conheça os dez modelos de toldos mais procurados e entenda sua função:

Toldos Fixos: são modelos que não podem abrir ou fechar, sendo instalado de forma fixa. Estes modelos são ideais para quem busca cobrir determinada área e não pretende modificar a posição do toldo, como no caso de coberturas de salões, varandas, quadras etc. Possuem a estrutura de alumínio aparente, sendo menos discretos esteticamente que os demais modelos.

Toldos Retrátil: são toldos que fecham de forma sanfonada, servindo como uma espécie de “cortina” de luz.

Toldo Capota: são toldos de modelo arredondado, que abrem e fecham através de uma corda que puxa e solta o toldo. São os modelos mais utilizados em janelas de apartamentos e casas.

Toldo Túnel: fazem parte da categoria de toldos fixos e, como o nome já fiz, formam uma espécie de túnel no local onde são instalados, sendo muito utilizado em passagens como corredores, halls, etc.

Toldo Inclinado: o toldo inclinado é muito comum nas varandas muito grandes ou para cobrir pátios. São colocados quase horizontalmente, com uma leve inclinação. Uma parte costuma estar fixa à parede, e o restante ancorado sobre pernas.

Toldos Verticais: São conhecidos como estores. São colocados verticalmente e geralmente estão sujeitos ao corrimão.

Toldo Embutido: são toldos que também possuem braços articulados, mas ficam guardados em um box quando recolhidos. São as melhores opções para quem deseja uma aparência mais discreta para o toldo.

Toldos Capô: projetados para janelas pequenas, podendo ser fixo ou móvel. Ajudam a manter o calor fora da casa. Podem ser quadrados ou semi curvados.

Toldos Ponto Reto: um dos modelos de toldos mais utilizado nas lojas e nas varandas das casas. É bastante conveniente e prático por ter braços flexíveis que combatem os ventos fortes.

Toldos Tensionados: toldos tensionados privilegiam a leveza e o corte especial, utilizam o mínimo de estrutura metálica e usam cabos de aço para esticar a lona.

Existem também no mercado de toldos e coberturas modelos móveis, são eles:

Toldo Piramidal: um dos toldos mais tradicionais. Montado em sistema de encaixe e unido com parafusos e conexões em aço inoxidável. Possui lona de cobertura em PVC. Disponível em vários tamanhos e pode vir com fechamento lateral. Usada nos mais diversos tipos de eventos (churrascos, aniversários, casamentos,etc).

Toldo chapéu de bruxa: montado em sistema de encaixe e unido com parafusos e conexões em aço inoxidável. Em terrenos arenosos ou com gramado, é preciso utilizar tablado. Disponível em vários tamanhos, é o tipo mais prático de toldo portátil.

Os materiais

As lonas de PVC e as acrílicas possuem maior custo benefício, têm fácil limpeza por não serem aderentes e são bastante resistentes. As acrílicas garantem isolamento térmico e as de PVC, maior resistência às intempéries. As lonas de vinil plástico com trama de nylon são indicadas para quem quer que a área de cobertura do toldo continue recebendo luminosidade total do ambiente externo. Este tipo de material tem resistência de aproximadamente oito anos. O policarbonato é uma opção indicada para quem deseja que a luz entre no ambiente e que a chuva seja barrada. O material tem a mesma aparência do acrílico, porém com a vantagem de ser flexível.

As estruturas

As estruturas de alumínio e aço levam vantagem sobre as estruturas de ferro. O aço gera um investimento maior e apresenta melhores resultados e durabilidade. Porém, longe do litoral, o ferro pode durar de 8 a 10 anos se for protegido com uma pintura anticorrosiva. Para garantir maior durabilidade ao metal, é possível usar recursos como, pintura eletrostática, anodização e outros tratamentos.

Limpeza, manutenção e durabilidade

Independentemente do material escolhido, os toldos requerem cuidados específicos. Não é recomendável guardá-lo molhado e é necessário lavá-lo com frequência. Para a lavagem, use sabão neutro e água; nunca utilize produtos químicos, pois eliminam os tratamentos antimofo e UV, que evitam o ressecamento precoce do tecido; e não lave com jatos fortes de água, pois estes podem perfurar o tecido do toldo. O ideal é que a lavagem seja feita a cada 90 dias. É possível ainda contratar uma empresa especializada para fazer a limpeza.

Fonte: http://www.guiadoconstrutor.com.br

Comentários estão fechados.